Revista Gestor     Usuário: Senha:  

Presidente da APM lembra conquistas dos Municípios em abertura do Diálogo

Fonte:Confederação Nacional de Municípios - 05-12-2017

Após uma maratona de eventos que já percorreu 15 estados, o Diálogo Municipalista da Confederação Nacional de Municípios (CNM) chega a São Paulo. Na manhã desta segunda-feira, 4 de dezembro, tem início o último encontro da série, cujo foco será a modernização da gestão municipal.

O evento conta com o apoio da Associação Paulista de Municípios (APM), representada pelo seu presidente, Carlos Cruz Filho. Durante a sessão solene de abertura, ele comentou orgulhosamente a Mobilização Municipalista em Brasília e seus frutos, colhidos pelos Municípios brasileiros.

Entre eles, o veto ao Encontro de Contas, que possibilita a equalização de débitos entre prefeituras e governo federal, e o Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), no valor de R$ 2 bilhões.

“Essa mobilização foi muito importante. Nós tivemos quase dois mil prefeitos em Brasília. São Paulo, que nos últimos anos tem tido uma participação aquém, esteve presente com cerca de 100 prefeitos”, disse.

Para o líder da APM, o número revela um maior engajamento dos gestores paulistas. Entretanto, ele acredita que os Municípios devem permanecer ainda mais unidos, para galgar novas conquistas em um futuro breve.

Sintonia
A necessidade de sintonia foi realçada pela prefeita de Monteiro Lobato (SP), Daniela Brito, que compôs a mesa. “Nós temos o compromisso de voltar aos nossos Municípios e ser o elo com a comunidade. Para 2018, precisamos estar mais unidos. Se cada um estiver no seu quadrado, vai ser muito mais difícil”, alertou.

O deputado Itamar Borges (PMDB-SP) esteve presente na sessão solene de abertura e parabenizou o trabalho realizado pela CNM. Ele, que traz em seu histórico a vivência como vereador e prefeito, também sinalizou a importância de integrar cada vez mais o movimento municipalista.

Caminhada contínua
O vice-presidente da Confederação, Glademir Aroldi, agradeceu a presença dos participantes e resgatou alguns destaques da Mobilização Municipalista, como a participação massiva dos gestores municipais. “Precisamos repetir esse número de prefeitos na próxima semana em Brasília”, disse Aroldi ao fazer referência à próxima articulação municipalista.

Conforme anunciou, agora os Municípios lutam pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 212/2016, que entre outros itens, estende o prazo para o pagamento de precatórios. E ainda a aprovação da PEC 29/2017, cujo foco está na elevação em 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Boletim de Direito Público!
Revista Gestor - edição n 32!
Fonseca & Bessa Advocacia - Consultoria jurídica especializada em Gestão de Direitos Público.
Grifon Brasil