Revista Gestor     Usuário: Senha:  

Justiça decreta prisão temporária e defere medidas para apurar crimes de torcidas organizadas

Fonte:Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro - 04-12-2017

O juiz Guilherme Schilling, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos da Capital, decretou, na última quinta-feira, dia 30, quatro prisões temporárias e deferiu dez pedidos de condução coercitiva e outros 11 de busca e apreensão, além de cinco medidas cautelares referentes a integrantes das torcidas organizadas Torcida Jovem e Raça Rubro Negra, do Flamengo; Força Jovem, do Vasco; Fúria Jovem, do Botafogo, e Young Flu, do Fluminense . O pedido foi feito pela Polícia Civil em inquérito que busca apurar a prática dos crimes de associação criminosa, dano ao patrimônio público, roubos, lesões corporais e homicídio que teriam sido cometidos entre março e novembro deste ano.

Na decisão, foi decretada a prisão temporária de Manoel de Oliveira Meneses (“Manel”), Luiz Carlos Torres Junior (“Fila”), Carlos Roberto de Almeida (“Carlinhos”) e Ricardo Alexandro Alves Gomes (“Pará).

Já Anderson de Carvalho Simões, Luiz Filipe Fonseca da Silva (“Canelão”), Savio Agra Sassi (“Gordo”), Rodrigo Granja Coutinho dos Santos (“Batata”) e Edimilson José da Silva (“Tubarão”) ficam proibidos de acessarem os arredores e o interior de estádios de futebol e outros locais de competições esportivas, as sedes das torcidas organizadas, assim como devem se manter afastados de funções exercidas junto a torcidas organizadas e clubes de futebol.

Os pedidos de busca e apreensão foram nas residências e/ou local de trabalho de “Pará”, “Carlinhos”, “Fila”, Anderson, Filipe Ferraz de Souza (“Fill da Fúria”), Alesson Galvão de Souza, Eurico Angelo Brandão de Oliveira Miranda, “Tubarão”, “Batata”, Arthur Machado Mahmoud e Filipe Ferreira Dias. Eles devem ser cumpridos no prazo de quinze dias.

A decisão determinou ainda a condução coercitiva, para colheita de depoimentos, de Pedro Eduardo Silva Abad, Filipe Ferreira, Arthur, Anderson, Filipe Ferraz, Alesson, Leandro Schilling, Eurico, “Tubarão” e “Batata”.

Processo nº 0162992-07.2017.8.19.0001

Boletim de Direito Público!
Revista Gestor - edição n 32!
Fonseca & Bessa Advocacia - Consultoria jurídica especializada em Gestão de Direitos Público.
Grifon Brasil